Dicas,  Estilo de vida,  Minimalismo,  Organização

Minimalismo: Como Aplicá-lo de Maneira Prática?

Tenho certeza que após ter lido meu último artigo sobre O que é o Minimalismo e os Benefícios para você viver melhor, surgiu em você o interesse de saber como viver esse modo de vida de forma prática, mas com o impacto de trazer esta mudança que você tanto queria de forma inconsciente.

Pois bem, hoje mostrarei algumas maneiras práticas de como aplicar o minimalismo em sua vida, na sua casa, na vida dos seus familiares e até mesmo na vida de seus amigos.

Afinal, o que é mesmo o Minimalismo?

Vale ressaltar que o minimalismo consiste em que você seja desapegado dos bens materiais e passe a viver com menos, porém com melhor qualidade de vida.

Não é que você vai viver com quase nada, pelo contrário, você dará mais valor em coisas importantes na vida, como viajar, aproveitar momentos com a família, se relacionar, ter experiências e focar cada vez menos em coisas, ou seja: objetos.

Lembrando também que tudo o que temos, seja ela, uma blusa, uma bolsa ou até mesmo um computador, precisa ter utilidade. Claro que você não vai se desfazer de tudo, mas terá que se desfazer de tudo aquilo que não possui utilidade.

Sem dúvidas não é fácil sair desapegando de tudo desse jeito, né? Primeiramente é fundamental começar aos poucos e nada de querer apressar tudo fazendo de forma rápida.

Temos que criar o hábito de se desapegar de algumas coisas e ao longo do tempo ir gradativamente intensificando esse hábito, logo que, em breve não será mais um sacrifício se livrar de alguma coisa.

Como aplicar o Minimalismo no dia a dia ?

Há muitas formas de se aplicar no dia a dia, porém, no minimalismo não existe a ordem certa ou a regra mais correta a seguir. Por isso, darei alguns exemplos e dicas de onde podemos começar a fazer.

O principal objetivo do minimalismo é dar prioridade ao que é útil e desfazer do que não for útil. Podemos então começar pela nossa casa, que sem dúvidas tem muitos ambientes que merecem uma organização, como por exemplo:

Guarda-Roupas

No guarda-roupas existem muitas peças que não usamos mais e ficam guardadas na espera de um dia usarmos, mas não usamos. Há também aquelas roupas que não serve mais, outras que precisam ser consertadas ou que compramos e deixamos de gostar.

Portanto, darei dicas de como você pode começar se desapegar de uma vez dessas roupas:

  • Primeiro, comece separando todas as roupas que não servem mais, juntamente com as quais você não gosta;
  • Depois, pegue as outras peças de roupas que estão rasgadas, ou seja, que estão com algum defeito e leve elas para serem consertadas;
  • Logo em seguida, separe também as que não podem ser doadas, aquelas roupas mais velhas e leve elas diretamente para o lixo;
  • Por último, pegue todas as peças que podem ser utilizadas novamente e doe, assim você também estará fazendo uma boa ação a quem precise.

Essas dicas tornarão seu guarda-roupa mais limpo tendo apenas as roupas que você realmente usa e gosta, te dando até mesmo a oportunidade de ter novas peças em seu vestuário.

Sapatos e Bolsas

Grande maioria das mulheres amam ter muitos sapatos e bolsas.
Principalmente as mulheres loucas por sapatos, por bolsas ou qualquer outro tipo de coisas, mas não se engane, mesmo as mulheres mais equilibradas, acabam com o tempo possuindo muitos sapatos e bolsas.

Algumas, tem isso apenas para ter a sensação de ter o closet completo; outras por serem mulheres compulsivas, que amam sempre comprar mais mesmo sem precisar.

Fonte: LLOYD

Entretanto por mais que as mulheres tenham milhares de coisas, elas acabam usando apenas algumas, e nunca usam todas as coisas que compram e acabam gastando bem mais do que o necessário, com algo que não precisava naquele momento.

E é justamente isso que o minimalismo combate. O estilo de vida do minimalismo é contra todo o consumismo desenfreado que as pessoas se encontram atualmente.

Consuma com Consciência!

Então para ajudar vocês, trouxe a seguir dicas de como você pode separar os milhares (vai saber né…) de sapatos e bolsas, se desapegando de tudo e dando aquela geral nas suas coisas:

  • Assim como fizemos com o exemplo das roupas, façam do mesmo modo com todos os sapatos que não gosta mais, aqueles que não servem mais, juntamente com as bolsas as quais você mal usa. Separe tudo;
  • E qual tal doar alguns pares? Junte as peças que podem ser doadas e doe para alguma instituição ou para alguém que esteja precisando. Faça conforme achar melhor, mas o importante mesmo é aproveitar a oportunidade para fazer uma boa ação.
  • Já os sapatos que precisam ser consertados e as bolsas que necessitam de alguma reparação, separe e mande para o concerto;
  • Os pares de sapatos velhos e as bolsas que não tem mais utilidades, jogue fora;

No final, você perceberá que na verdade não precisava de todos aqueles sapatos e bolsas para ser feliz. Além disso, ter um menor número de sapatos te oferece um ambiente mais limpo e organizado – o mesmo vale para as bolsas.

Maquiagens e Acessórios

Ah, os produtos de belezas, as maquiagens, as jóias… Dá vontade de comprar todos!

Para as mulheres ao se tratar de desapegar e, principalmente, na área da beleza e acessórios, fica mais difícil de lidar. A mulher ama ter variedades de sombras, vários ríméis, muitos batões, também como produtos de beleza, jóias e etc.

Por conta disso é difícil se desapegar de tudo né!? Sei que esse é um dos pontos fracos de muitas mulheres e é onde o minimalismo também entra. É preciso entender que não é necessário ter muitas coisas. Em questão de maquiagem, precisamos ter outro somente quando o atual acabar.

Minha dica a seguir é sobre como fazer esse desapego de forma consciente e de forma que, você entenda que não precisa de muito para você ficar bonita:

  • Primeiro passo faça uma auto-análise de todos os produtos e acessórios que você possui repetidos e o tanto que já gastou sem ao menos precisar;
  • Você provavelmente perceberá logo em seguida que tem muita coisa desnecessária e que poderia comprar somente quando necessário, portanto, após a sua análise separe todos os produtos que tem mais de um tipo, como por exemplo, os acessórios: Jóias, Cintos, Óculos e etc, tudo o que tem demais;
  • Você pode vender estes produtos e os acessórios que não estão mais em sua lista de prioridades (além de vender, você também pode doar… se lembrou daquela sua irmã mais nova que amaria ter essas coisas?), faça conforme achar melhor.

Enfim, ao ter somente o que realmente precisa, você se sentirá mais feliz e quando necessitar poderá comprar outros itens novos, economizando bem mais. Outra vantagem também é que assim, você vai manter a organização, vai facilitar a limpeza dos seus pertences e vai perceber como foi bom essa mudança.

Aplicando a Regra dos 4 Passos Para o Que Não Tem Utilidade

Ao longo dos exemplos, você pode notar que houve pelo menos 4 passos para separar tudo aquilo que não era mais necessário dentro de casa e nas nossas vidas. De forma mais direta, estas são a regra dos 4 passos:

  1. Analise. Faça a auto-análise de tudo o que há em sua vida, estabeleça preferências e se prepare para mudanças.
  2. Separe. Separe o que você não usa mais, o que não serve, o que você não gosta e deixa guardado;
  3. Conserte. Pegue o que precisa ser consertado e mande para o conserto. Se for algo em sua vida, resolva a questão;
  4. Dê Um Fim. Por final, junte o que não pode ser mais utilizado e jogue no lixo.

Diante desses passos, você pode tomá-lo como um pequeno modelo para iniciar na prática do minimalismo no seu dia-a-dia. Se não sabia por onde iniciar, agora você já sabe e pode começar hoje mesmo, nada de deixar para outro dia.

Claro que, fica ao seu critério como separar tudo aquilo que não é necessário, mas não deixe fazer e de criar esse hábito em sua vida.

É importante praticar esse hábito de desapego, porque você deixa de ser manipulado pela mídia que influência a ser consumista, aprende a dar valor não nas coisas materiais, mas a dar valor nas pessoas, nos momentos, nas experiências e a ter somente tudo aquilo que tem significado e utilidade.

Como consequência disso você viverá melhor, será mais feliz, aproveitará as melhores coisas da vida e melhorará a sua saúde. São muitos os benefícios para quem aceita viver esse estilo de vida proposto pelo minimalismo.

Aderindo as Novas Mudanças…

Após você ter começado a primeira etapa minimalista, busque você mesma novas mudanças sobre suas escolhas, sua vida e no seu lar. Observe detalhadamente tudo ao seu redor, o que necessita e o que não necessita mais. Isto pode ser feito com perguntas como:

  • Porque eu ainda mantenho isso guardado?
  • Ele é útil?
  • Ele tem significado para mim?
  • Eu realmente uso?
  • Será que aquela amizade me faz bem?
  • Será que aquele relacionamento está me fazendo bem?
  • Porque eu quero fazer essa faculdade?
  • Amo mesmo o que faço?
  • Como ajudar aquele meu parente?
  • Como posso ajudar os meus amigos?

Analise cada questão da sua vida, tanto pessoal, quanto questões de amizades, relacionamentos e familiares. Tenho certeza que ao longo da prática, surgirá para você as respostas corretas naturalmente.

Se você gostou do modo de vida minimalista, se ficou apaixonada assim como eu, então, não deixa de pesquisar, buscar, conhecer melhor e primordialmente praticar e viver de forma extraordinária.

Procure ir além, ir atrás dos seus sonhos, dar valor ao que é verdadeiro na vida e não viva conforme o que a sociedade nos impõe. Viva com o que bem achar melhor, seja conhecendo o mundo todo com uma mochila ou vivendo apenas com o básico, mantendo somente aquilo que é importante na sua vida e na sua casa.

Enfim, se você gostou desse artigo, não deixa de comentar e compartilhar com todo mundo que deseja viver de forma minimalista ou com quem ainda não sabe sobre o minimalismo.

Ajude as pessoas conhecerem esse estilo de vida para que elas percebam que a vida pode ser vivida e vista de forma diferente.

Olá! Muito prazer sou Fernanda Antunes, estudante, blogueira e nas horas vagas cantora rs. Este é o meu blog. Criado com muito carinho com o intuito de dar dicas bem legais para ajudar a cada um que o visita e que ama praticidade. Sejam todos bem vindos para compartilhar suas ideias juntamente comigo. Espero que gostem, sintam-se em casa! Ah! E obrigada pela visita!

Receba Mais Novidades

Gostou deste artigo? Que tal me acompanhar nas redes socias para obter mais dicas? Você também pode receber notificações diretamente do seu aparelho celular ou computador, basta clicar no botão abaixo:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *